Pular para o conteúdo principal

FAÇA O QUE FOI DETERMINADO

Devemos assumir sua posição no Reino de Deus.

Foi decidido no Céu que cada um de nós deve levar a sua carga. Ora, o Senhor não cancelou a lei da intercessão – ela é real e funciona (Tg 5.16) -, porém, quando alguém aprende a fazer por si o que lhe compete, certamente realiza o melhor. É necessário que ensinemos as pessoas a viverem pela fé, como faz o justo (Hc 2.4, Rm 1.17, Gl 3.11), pois quem não aprender a fazer a obra de Deus não obterá sucesso.

Porque cada qual levará a sua própria carga. Gálatas 6.5

APRENDA A VIVER PELA FÉ

No âmbito espiritual, ninguém pode substituir o outro no ato de aceitar a Cristo como Salvador nem no de crer no Senhor para que milagres ocorram. Para vencermos, basta seguirmos o que a Sagrada Escritura nos ensina e fazemos o que nos foi destinado.

O Criador planejou que levássemos nosso fardo. Então, podemos ter certeza de que fomos criados com essa capacidade. Mas de que modo isso pode ser feito? Com a fé que recebemos ao darmos ouvidos a Palavra de Deus (Rm 10.17)! Isso não mudará, ainda que alguém peça a carga de outrem para carregar.

O melhor que pode acontecer com uma pessoa é aprender a viver da fé. De fato, esse é o único meio para ela vencer as lutas que surgem, muitas vezes, para destruí-la. Se alguém é ensinado a fazer a sua parte e o faz, o Senhor cumpre a parte dEle. De uma coisa podemos estar certos: todo aquele que assumir seu lugar em Cristo será vitorioso (Rm 8.37).

ASSUMA AS SUAS RESPONSABILIDADES NA VIDA COM DEUS

Mesmo sendo muita religiosa, se a pessoa não aprender a fazer o que lhe diz respeito, a obra de Deus não será concretizada na vida dela. O sucesso somente é possível para quem obedece ao que está escrito na Palavra.

Talvez alguém pergunte se a lei da intercessão não funciona. Sim, ela funciona, mas é limitada. Por exemplo: quando éramos bebês, alguém cuidava de nós, mas, ao crescermos, passamos a agir por conta própria. Por comparação, a lei da intercessão não suprime a responsabilidade pessoal – e aquele que não pode comer do trabalho alheio (Sl 128.2).

A verdade é que quem aprende a fazer seu dever cumpre-o melhor que qualquer outro, por mais bem interessado que este esteja. A intercessão funciona para ajudar a pessoa a abrir os olhos e ser salva, contudo, somente ela própria pode aceitar a Cristo, pois o ato é personalíssimo. A oração intercessória funciona também na cura e em relação a outras bênçãos, mas será bem mais proveitoso que o indivíduo creia por si mesmo.

CONCLUSÃO

O melhor que temos a fazer é cumprir o que nos foi dado como missão, assim com Jesus cumpriu a dEle. Para isso, temos a Palavra de Deus, a qual é o Manual que nos orienta a fazermos o que nos compete de acordo com a vontade divina. Se assim agirmos, seremos bem-sucedidos.

Em Cristo
Ev. Marcos Ferreira
By RRSoares

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O GRITO QUE PAROU JESUS

Havia um homem interessante que andava sempre de bermudas, chinelos, com a barba crescida, e com os cabelos desalinhados! Ele parecia mesmo como um “doidão varrido”, precisava ver só! Era uma figura! O que ele fazia? Ele, simplesmente gritava e gargalhava! Ele parecia que não parava para comer! Era pelas manhãs, às vezes pelas tardes, noites, e também pelas madrugadas da vida! Ele incomodava, viu? Um grito primeiro e, depois, outro grito, complementando o primeiro e era assim que ele fazia: Primeiro: -“ Eu vou dar um grito, aqui, heim!” Segundo: - “Não faz isso, não!” Depois, soltava uma gargalhada gostosa: “Quá - Quá - Quá - Quá – Quá!” Andava, um pouco mais, e explodia outra! Mas, a bem da verdade, aquele era um GRITO INÚTIL! Era um grito incômodo, como o de Bartimeu. Ele estava gritando, ainda que de forma ERRÔNEA, mas gritava a dor do “eu” sozinho, da carência afetiva que, certamente, lhe faltava , ou a dor da incompreensão, da falta de seus parentes ou amigos, a dor dos incomodados que quer…

CADÊ A ALIANÇA DO CORAÇÃO?

— E aí, tudo bem? — pergunto. — Ah, mais ou menos — ela responde. Já vejo na resposta que ela precisa e quer desabafar. Vou perguntando, até que ela desabafa... — Olha, eu recebo as coisas que eu quero, mas minha vida não muda. Eu vou à igreja, oro por minha família e por minha vida financeira, vejo resultados, mas ainda falta algo. Acabei de chegar de uma reunião abençoada em uma de nossas igrejas e, ao fim, estava conversando com essa senhora e resolvi escrever sobre o episódio. Enquanto ela falava, eu prestava atenção olhando para a aliança em meu dedo e foi quando as palavras me vieram: - A senhora está vendo essa aliança? Sabe o que ela significa?
Ela me olhou espantada, deve ter pensado que eu era uma louca, pois não tinha nada a ver com o assunto, mas agora toda sua atenção era minha. Meu marido estava no altar aconselhando, eu apontei para ele e disse: — Quando me casei com ele, eu me comprometi a cuidar dele, ser fiel, ser companheira, fazê-lo feliz e amá-lo de todo coração. …

TRANSFERÊNCIA DE RIQUEZA

A Palavra de Deus diz: "Cantem de alegria, e seja feliz, que favorecem a minha causa justa" (Salmo 35:27). Isso significa que, aqueles que apóiam o Evangelho, fala aqui como Seu "causa justa", vai gritar de alegria e ser feliz! Estamos vendo gloriosas vitórias na terra hoje como o Evangelho está sendo pregado para as nações do mundo, e milhões de pessoas estão vindo para o reino.Esse versículo continua: "Sim, diga-se continuamente, que o Senhor seja ampliada, que tem prazer na prosperidade do seu servo." É vontade de Deus que você prosperar!Na verdade, a Palavra de Deus explica que estamos entrando em um momento em que veremos uma transferência de riqueza gloriosa para a pregação do Evangelho, para o financiamento da colheita do fim dos tempos. O dia virá em que a riqueza do pecador será dada aos justos: "O homem de bem deixa uma herança aos filhos de seus filhos: ea riqueza do pecador é depositada para o justo" (Provérbios 13:22).Já ho…