quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

Diga que você é novo

Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne vivo-a na fé do Filho de Deus, o qual me amou e se entregou a si mesmo por mim. GÁLATAS 2.20

Fui curado em uma terça-feira. No sábado, fui a pé para a cidade e encontrei um amigo. Tínhamos sido muito amigos. No entanto, durante os 16 meses do meu confinamento à cama, ele me visitara uma só vez.
Ele era a mesma velha criatura, mas eu me tornara uma nova criatura. Ele ria a respeito das coisas que fazíamos antes. Indicou um prédio mais adiante na rua, dizendo: "Você se lembra da noite em que..." e começou a falar a respeito da ocasião em que eu forçara a fechadura da porta para alguns meninos entrarem e apanharem doces. Fiquei sentado com olhar de esfinge, como se não soubesse daquilo (lembrava-me sim, mas queria aproveitar a oportunidade para dar-lhe um testemunho).
"O que há com você? Você se faz de esquecido; você era o chefe da turma", disse ele finalmente.
"Canhotinho, o rapaz que estava com você naquela noite já morreu".
"Você não morreu! Sei que quase morreu, mas não está morto! E você mesmo quem está sentado aí!"
"Oh", respondi, "você está vendo apenas a casa onde moro: meu corpo! O homem interior, que deu licença para que o corpo arrombasse aquela fechadura, já se foi. Esse homem agora é uma nova criatura em Cristo Jesus".

Confissão: "Sou uma nova criatura em Cristo Jesus. Apego-me com firmeza à confissão de que sou nova criatura".

Kenneth E. Hagin

Nenhum comentário: