Pular para o conteúdo principal

5 PRÁTICAS DE JOHN WESLEY QUE PODEM MUDAR OS CORAÇÕES HOJE

Como sacerdote na Igreja da Inglaterra, John Wesley queria alcançar a maioria do povo britânico. O espírito de Deus criou um descontentamento tão santo no coração de Wesley que ele abandonou os modos convencionais de ministério e experimentou várias abordagens inovadoras. Para surpresa de todos/as, o reavivamento espiritual eclodiu na Inglaterra e além. Você pode se perguntar: “Se Deus poderia fazer isso, então por que não agora?”. Cinco práticas emergiram como características do movimento Metodista precoce.


1. Ser dedicado à oração

Wesley redescobriu o que a igreja de sua época tinha esquecido: a oração libera o poder de Deus. Ele chamou a oração de “os grandes meios de aproximar-se de Deus” e seguiu acreditando que a oração persistente pode ser o primeiro passo necessário para ver o mover de Deus. Ele tinha a convicção que precisava se dedicar pelo menos duas horas por dia à oração pessoal e fez da oração a marca registrada do movimento.




2. Vá aonde as pessoas estão

Wesley queria alcançar as milhares de pessoas que nunca entraram pela porta da igreja, mas com tão poucas pessoas participando dos cultos, ele foi forçado a considerar outras opções. Wesley começou a pregar ao ar livre. Multidões de três, cinco e dez mil pessoas se reuniam. Muitas delas foram tocadas pelo espírito de Deus e despertadas para seu estado espiritual. Um reavivamento na Inglaterra nasceu em grande parte porque Wesley estava disposto a levar o evangelho aonde as pessoas estavam.




3. Use a música como cultura

Cantos gregorianos em música alemã latina foram utilizados em serviços da igreja nos dias de Wesley. Embora as palavras fossem significativas, a música era uma conexão completa com as pessoas comuns. Ele não falava a língua materna das pessoas, mas, em suas viagens, Wesley descobriu que elas eram conectadas com o evangelho por meio de sua cultura nativa. Ele incentivou seu irmão Charles a colocar palavras do evangelho nas músicas populares do dia. Dessa forma, ele “atingia” os corações das pessoas.




4. Coloque todos/as em um grupo pequeno para o crescimento espiritual

Wesley percebeu que sem o encorajamento, as pessoas que participavam do movimento wesleyano, até mesmo com experiências de êxtase de Deus enquanto ele pregava, em breve poderiam esquecer o novo nascimento. Para fornecer assistência espiritual responsável, Wesley só iria pregar em pequenos grupos ou “classes”. Seu objetivo era não ver as pessoas em um único encontro com Deus, mas levá-las a uma experiência real, mudança de vida duradoura através da fé em Cristo.




5. Dê o Ministério para os/as Leigos/as

Como o movimento metodista primitivo cresceu rapidamente, Wesley logo seguiu o conselho de sua mãe, permitindo leigos/as a supervisionar as classes (grupos pequenos) e pregar nas reuniões da sociedade (grandes grupos). Quando ele lançou o desafio aos/às leigos/as, o ministério multiplicou ainda mais rápido.

Por que não agora? 

O gênesis do movimento wesleyano é encontrado nas maneiras como as pessoas estavam envolvidas; frias, indiferentes e foram transformadas em discípulas/os calorosas/os que mudaram o mundo. 

Escrito por: Roger Ross | é pastor da Primeira Igreja Metodista Unida em Springfield, Illinois.

O trecho acima é uma parte adaptada de seu livro Meet the Good people: Wesley’s 7 Ways to Share Faith (Abingdon Press, 2015). Acesse.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O GRITO QUE PAROU JESUS

Havia um homem interessante que andava sempre de bermudas, chinelos, com a barba crescida, e com os cabelos desalinhados! Ele parecia mesmo como um “doidão varrido”, precisava ver só! Era uma figura! O que ele fazia? Ele, simplesmente gritava e gargalhava! Ele parecia que não parava para comer! Era pelas manhãs, às vezes pelas tardes, noites, e também pelas madrugadas da vida! Ele incomodava, viu? Um grito primeiro e, depois, outro grito, complementando o primeiro e era assim que ele fazia: Primeiro: -“ Eu vou dar um grito, aqui, heim!” Segundo: - “Não faz isso, não!” Depois, soltava uma gargalhada gostosa: “Quá - Quá - Quá - Quá – Quá!” Andava, um pouco mais, e explodia outra! Mas, a bem da verdade, aquele era um GRITO INÚTIL! Era um grito incômodo, como o de Bartimeu. Ele estava gritando, ainda que de forma ERRÔNEA, mas gritava a dor do “eu” sozinho, da carência afetiva que, certamente, lhe faltava , ou a dor da incompreensão, da falta de seus parentes ou amigos, a dor dos incomodados que quer…

CADÊ A ALIANÇA DO CORAÇÃO?

— E aí, tudo bem? — pergunto. — Ah, mais ou menos — ela responde. Já vejo na resposta que ela precisa e quer desabafar. Vou perguntando, até que ela desabafa... — Olha, eu recebo as coisas que eu quero, mas minha vida não muda. Eu vou à igreja, oro por minha família e por minha vida financeira, vejo resultados, mas ainda falta algo. Acabei de chegar de uma reunião abençoada em uma de nossas igrejas e, ao fim, estava conversando com essa senhora e resolvi escrever sobre o episódio. Enquanto ela falava, eu prestava atenção olhando para a aliança em meu dedo e foi quando as palavras me vieram: - A senhora está vendo essa aliança? Sabe o que ela significa?
Ela me olhou espantada, deve ter pensado que eu era uma louca, pois não tinha nada a ver com o assunto, mas agora toda sua atenção era minha. Meu marido estava no altar aconselhando, eu apontei para ele e disse: — Quando me casei com ele, eu me comprometi a cuidar dele, ser fiel, ser companheira, fazê-lo feliz e amá-lo de todo coração. …

TRANSFERÊNCIA DE RIQUEZA

A Palavra de Deus diz: "Cantem de alegria, e seja feliz, que favorecem a minha causa justa" (Salmo 35:27). Isso significa que, aqueles que apóiam o Evangelho, fala aqui como Seu "causa justa", vai gritar de alegria e ser feliz! Estamos vendo gloriosas vitórias na terra hoje como o Evangelho está sendo pregado para as nações do mundo, e milhões de pessoas estão vindo para o reino.Esse versículo continua: "Sim, diga-se continuamente, que o Senhor seja ampliada, que tem prazer na prosperidade do seu servo." É vontade de Deus que você prosperar!Na verdade, a Palavra de Deus explica que estamos entrando em um momento em que veremos uma transferência de riqueza gloriosa para a pregação do Evangelho, para o financiamento da colheita do fim dos tempos. O dia virá em que a riqueza do pecador será dada aos justos: "O homem de bem deixa uma herança aos filhos de seus filhos: ea riqueza do pecador é depositada para o justo" (Provérbios 13:22).Já ho…